In news

A NASA começou a desenhar o próximo drone que será levado para a superfície de Marte em 2020.

Um desafio bem complexo uma vez que a pressão atmosférica de Marte é 100 vezes inferior à da Terra, o que dificulta a propulsão dos drones naquele planeta. Assim, o projeto vai estar equipado com novos motores e baterias para facilitar o seu trabalho com esta atmosfera pouco densa e a menor quantidade de energia solar disponível.

O projeto arrancou com o nome “MARS ELECTRIC REUSABLE FLYER” e os técnicos da NASA confiam ter a tecnologia necessária, em 2020, para que o drone consiga voar na superfície de Marte e ultrapassar as condições mais adversas daquele planeta.

O projeto com o drone vai ser o primeiro passo e parte da estratégia da nova missão da NASA para levar o homem a Marte, importante para a exploração do planeta vermelho e para o objetivo de estabelecer uma presença humana permanente.

#

Share This